terça-feira, 27 de dezembro de 2011


Tu entras-te, mas tu sais-te. Tu coras-te mas tu feris-te. Eu interessei-me, mas desisti. Eu cativei, mas tu foste cobarde. Eu fui querida, mas impaciente. Tu falas-te, mas não o fizeste. Tu jogas-te, mas queimaste-te. Tu querias, mas não o foste capaz. Tudo se resume a isto, tu querias, mas a insegurança, o medo, o arrependimento era tanto que o teu jogo era sempre o mesmo, voltas sempre atrás com a tua palavra, que dizias ser verdadeira, definitiva, mas infelizmente nada passa de conversa, e sinceramente o que fiz já não o volto a fazer por isso andar atrás de ti era uma coisa que não iria fazer. Eu caguei, e tu terminas-te.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011


Porque és tu, porque magoa saber que qualquer pessoa no mundo me ouve mais e acredita mais em mim do que tu. É neste momento que penso que quando digo que sou eu que faço tudo por ti e tu não fazes nada por mim é verdade. Magoas-me quando não me ouves e quando tenho a sensação que tudo o que eu digo não é importante para ti.
Espero que sejas feliz, com as tuas atitudes. Não te esqueças que a única que podes confiar sou eu e a única que vai ficar até ao fim sou eu, por isso acho que devias dar valor ao que tens.
Lamento ser assim, agressiva e impulsiva, mas não te esqueças que acima de tudo luto pela tua felicidade.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011


No meio disto tudo tento-te perceber, e talvez perceber o que eu queira também. Não é correcto o que estas a fazer, muito menos porque não me deste nenhuma justificação.
Talvez o teu ser seja assim, talvez estejas com receio, todos nós o temos, eu tenho, mas tentar ser decidido nunca fez mal a ninguém.
Quero que penses bem e que vejas o que realmente queres, pois de boneca não faço e não fico muito mais tempo a espera de uma acção tua, por mais interessada que esteja. É verdade que me pões um sorriso na cara, é verdade que gosto da tua personalidade, e que cada vez quero descobrir mais sobre ti, e cada vez quero dar mais passos neste caminho desconhecido, mas preciso da tua ajuda, por isso acorda se faz favor.

domingo, 11 de dezembro de 2011


É fascinante como o coração pode ser comparado com uma simples folha de papel, com uma simples caneta, tão frágeis, e ao mesmo tempo estão lá sempre. Depois de algum tempo já muito gastas e muito riscadas, mas sempre fortes e prontas para mais uma frase, mais um momento, mais uma pisada.
São os nossos melhores amigos, ajudam-nos na altura que mais precisamos e nunca nos deixam, basta seguirmos o seu caminho.
Quando o teu coração parar de bater, a história da folha e a tinta da caneta acabar-se-iam, e nesse momento, quando virem o que passas-te que vão te dar o devido valor.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011


Foi naquele ambiente, que senti a tua respiração, os nossos olhares a cursarem-se, os nos lábios ansiosos por serem tocados, as nossas mãos a tremer de nervosismos, e tudo o que já me disseste a ser relembrado, naquele momento foste tu o meu centro, foste tu que curas-te a ferida antiga. Mas existe sempre um mas, depois de todo esse momento de intensidade vem sempre o que se espera, que tudo não passou de um ilusão, entre muitas, que afinal nunca transmitis-te o mesmo que eu, e no final de contas não conseguis-te curar a minha velha ferida que permanece.

Quando se sonha muito alto, a queda pode ser muito grande, e quando se cai é raro alguém lá estar para te apoiar. Sim, até podes ter amigos verdadeiros e esses não te abandonarem, mas é muito difícil que algum deles tenher as palavras certas para te ajudar a levantar.
Muitas das vezes quando te levantas é porque a ferida já sarou, mas infelizmente sabes que nunca vai passar por completo, mas já estas com forças suficientes para te levantares, e é quando isso acontece que alguém faz como que sonhes de novo e que caías de novo sem qualquer justificação, e com essa queda vai a mínima esperança que tinhas de ser feliz. E é assim que as "boas raparigas" se tornam em "más raparigas".

segunda-feira, 28 de novembro de 2011



Realmente ser muito forte por fora não significa nada mesmo. Realmente ver-me numa situação de conquista outra vez, faz-me lembrar de uma ferida muito grande que existe no meu coração, faz-me instintivamente abrir outras sem eu própria o saber como. Será que por ser ingénua? Não acredito, dado como estes já passei por muitos assim, e já ignorei muitos. Então qual é o porque de me afectares tanto, não chegas a altura de alguns mas tocas-me muito mais que outros.
Isso inquieta-me, nem sabes tu o quanto, não saber o que sou para ti, o que queres e o porque disto tudo.
Sim, para mim esta é a pior fase, é aquela fase em que a onda pode vir com a maior força do mundo e ao mesmo tempo pode também vir muito calma, a fase em que não sabes o que esperar.
Só espero que nao me engane em teu respeito e que tudo corra como esperado. 

quinta-feira, 24 de novembro de 2011


Acho que mereces pelo menos uma despedida depois de tanta importância que tiveste na minha vida, na minha mudança, no meu ver das coisas, no meu pensar. Não te vou agradecer, pois se o fizesse não era só por isso mas por muito mais, não te vou dizer que te amo, porque o que sentia já não é o mesmo, mas obvio que o que senti por ti nunca vai ser esquecido e apagado.
A nossa história é na verdade bastante simples, mas a meu ver bastante dolorosa, com muitos obstáculos, muitas vírgulas para na realidade um ponto final era o mais acertado, mas não o mais fácil.
Quando me lembrar de ti, acredita que vai ser sempre com o sorriso na boca e a dizer foi o meu primeiro amor, e não me arrependo de nada mesmo, a não ser do que não fiz.

terça-feira, 22 de novembro de 2011


Tenho muitos defeitos e qualidades, depende do ponto de visto, mas ser desistente nunca, e quando meto uma coisa na cabeça vou ate ao fim, por isso acredita, para mim não acabou temos perspectivas diferentes de ver a nossa relação, se achas que é o melhor, eu não acho e vou te provar isso, e quando perceberes eu vou estar aqui com um sorriso na cara a dizer finalmente tomas-te uma atitude acertada coisa que os “outros” nunca foram capazes de tomar, eu sei as confianças e as esperanças que depositei em ti e se as depositei não foi por a caso, eu sei que conseguimos independentemente de achares que não é o melhor.

sábado, 19 de novembro de 2011



Pergunto-me porque é que o ser humano não é capaz de aprender com os seus próprios erros, porque é que volta sempre a cair no mesmo buraco, as pessoas mudam mas as jogas são sempre as mesmas, sempre ouvi dizer isso e sempre disse que depois da primeira nunca mais ia voltar a cair. E aqui estou eu a cair aos poucos e poucos, a criar esperanças que tu me fizeste criar para que? Sinceramente já não percebo nada mesmo, a única que quero fazer é esquecer e seguir em frente, fingir mais uma vez que não estou afectada com nada, que não me magoei apesar de me sentir mal por ter caído tão facilmente de novo…

terça-feira, 15 de novembro de 2011


O erro nunca é amar alguém, amor é a coisa mais bonita que existe e única também.
O amor que sentes pela tal pessoa nunca vai acabar, nenhum acaba. Mas tens que saber quando deves por um ponto final, tens que saber controlar esse desejo e essa saudade por mais fortes que seja, lembra-te que ainda vais viver muito e pessoas melhores viram, é preciso ter esperança, dar oportunidade de deixar outros ensinarem-te o que sabem, ajudarem-te a crescer e quem sabe ensinarem-te amar. 

segunda-feira, 14 de novembro de 2011


Se há coisa que não quero perder, és tu, a minha segurança, a minha irmã, a rapariga que eu sei que punha as mãos no fogo por mim, que confia em mim cegamente como ninguém o faz, sei que todas as relações, todas as amizades, tem altos e baixos e a nossa não é de longe diferente nesse aspecto, mas numa coisa tenho que concordar contigo nós não somos normais, nós de todo não temos muito a ver com os outros e isso nota-se no dia-a-dia, realmente há muitas coisas que nós marcamos a diferença, originalidade, a nossa maneira especial de relevar factos, a tua maneira de rir, a minha estupidez, a nossa cumplicidade, as nossas brincadeiras, até mesmo as nossas discussões estúpidas, realmente nós somos únicas e vamos continuar a ser, porque eu sei que depois de 3 anos, se as coisas entre nós tem vindo a crescer cada vez mais, duvido que algum dia acaba, pelo menos eu espero que não.
Amo-te sister <3

sábado, 12 de novembro de 2011



Todos nós precisamos de espaço e de tempo para estarmos sozinhos para pensarmos.
A vida é feita de etapas e de evoluções, coisas que nós não estamos a esperar e de repente temos de lidar com elas.
Ah coisas que não pudemos depender do apoio ou opinião dos outros, ah coisas que só nós podemos decidir o que fazer e o que escolher.
Mas antes de fazer essas escolhas é preciso analisar tudo a tua volta é preciso te concentrares e pensares no que será melhor para ti e não para os outros.
Até podes estar a cometer um dos teus piores erros mas só assim vais aprender, não vai ser com os avisos dos outros que vais mudar de opinião e aprender mas sim arriscando, sentir na pele, aquilo que tanto se deseja para só depois perceberes o que fizeste e mentalizares-te que foi um erro.
Errar é humano e ninguém tem o poder de te julgar ou criticar, pensa que como tu há muitas outras pessoas que já cometeram o mesmo erro ou pior. 

quarta-feira, 9 de novembro de 2011


No fundo, lá bem no fundo vê-se a história, vê-se o infinito mar, uma ondulação que não acaba, a força que permanece.
O olhar molhado é como a chuva a cair aos nossos pés, as mãos a tremer é como o calor abrasador, a respiração invulgarmente acelerada é como o vento a bater na cara fortemente.
A escuridão e a solidão transparecem o teu ser, o teu espírito, a tua alma, a tua história.
Perder a direcção do caminho com o teu companheiro é o mais fácil, mas navegar sozinho e saber a direcção são poucos os que conseguem.
Vi demasiadas vezes o mar, sozinha, relembrando a história, que em pequena me contaram. Navego sozinha mas sempre com apoio, foste a baixo enquanto eu permaneci, ficas-te para trás enquanto eu cresci.

sábado, 5 de novembro de 2011


Pergunto-me porque é que as coisas mudaram? Porque é que a nossa amizade mudou? Será que sou eu? O problema está em mim em relação a tudo, será verdade que estou-me a tornar imensamente agressiva, ou serás tu que já não confias em mim nem me queres ouvir?
Pensava que eu era única para ti, mas parece que como eu a muitas na tua vida, parece que cada vez eu significo menos, que já não sou o que eu pensava ser.
Talvez peça demais, talvez exigia demasiado da nossa amizade, mas faço para seres uma pessoa melhor a meu ver, tento ver os teus erros, tento ver o que fazes de mal, e ajudar-te, mas isso só prejudica a nossa amizade, já não em ouves, e tudo o que eu digo ou está errado ou está bruscamente falado.
Quero ajudar-te mas parece que só te magoou, quero que sejas feliz mas pareces sempre triste, por minha culpa maior parte das vezes.
Lamento, que eu seja assim, e que isto tenha chegado a este ponto, quero-te prometer que vai ficar tudo bem, mas não o posso prometer se tu não o quiseres.
Mas lembra-te eu estarei sempre aqui para ti, e eu continuarei amar-te ..

segunda-feira, 31 de outubro de 2011



Cada vez me sinto mais forte, já não me sinto aquela menina que pensava que não era boa em nada, que se perguntava vezes sem conta “mas o que é que eu estou a fazer? Porque é que não consigo fazer nada de jeito?”, que era uma fraca, que chorava por tudo e por nada, já não sou assim e tenho orgulho nisso, agora eu sei o que sou, e o que tenho, eu tenho noção das minhas capacidades, e não admito que ninguém me rebaixe ou que diga eu não sou capaz. São poucos os que me conhecem verdadeiramente, e quando eu quero vou até ao fim, eles sabem disso.
Eu vou conseguir, eu sei que vou, pois vou me esforçar para isso.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011


Quanto mais longe, mais me fazes pensar, as tuas atitudes, o que venho a descobrir, é tudo muito doloroso para mim.
Quero acreditar que fui a única que gostas-te, quero acreditar como a nossa história não houve mais nenhuma, quero acreditar que é só a mim que queres, que nós vamos ficar juntos, que o nosso destino é esse.
Mas porque é que tinhas de ser assim? Porque é que gostas de ter tantas atrás de ti, porque é que gostas de alimentar esperanças a todas? Porque é que nos deixas confusas?
Tu começas-te eu quero acabar, mas não consigo, porque é que te deixo comandar o jogo?
Imensas perguntas que continuo a espera que me respondas.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011



Na maior parte do tempo o que faço é pensar no porque das tuas atitudes, basicamente é tentar perceber-te é tentar entrar na tua cabeça.
É tentar saber o porque de dizer que não sabias se gostavas de mim, e no entanto sabias, é tentar perceber o porque das esperanças se sabias que não dava.
Quero perceber porque é que mesmo longe, tu provocas-me, fazes o mesmo que antes, mas desta vez vai ser diferente, desta vez por mais coisas que faças eu não vou voltar atrás, amadureci muito, cresci muito por ti e agora não vou cair outra vez, já não estas a lidar com uma miúda, mas sim com uma rapariga madura, tens que perceber que já não sou a tua cadela, já não sou mais aquilo que tanto gostavas, agora queres-me? Vem cá e luta.
No meu coração ficou uma ferida enorme que tu crias-te, não te culpo, culpo-me a mim, por naquela altura não conseguir perceber que tu fostes mais correcto, mas essa feriada que se criou não vai voltar abrir, lamento.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011


Talvez posso ser bruta e injusta contigo, talvez maior parte das vezes tu tens razão e eu não te quero ouvir.
Talvez eu não devia fazer o que faço, devia ser um exemplo, devia ser a melhor pessoa para ti, devia te ajudar em tudo, e ter sempre uma palavra, devia dar um abraço na altura certa, um carinho na altura certa, não ser chata, não te sufocar, nem ser o que sou.
Mas pensa que faço isso tudo, mas gosto imenso de ti, depois destes anos todos és uma das únicas que ficou, que nunca me desiludiu, já nos magoamos uma a outra é verdade, mas eu sei que a nossa amizade ainda tem muito para dar, sei que nos não vamos acordar um dia e dizer não dá mais, porque eu preciso de ti, preciso da minha irmã ao meu lado, aquela que me apoia em tudo, sofre comigo, ri-se comigo, faz as maiores loucuras comigo, e que sabe a minha vida toda.
Não quero te perder, não me quero cansar de ti, não quero que te canses de mim, não quero que este nosso orgulho da nossa relação acabe, quero que dure.
Quero continuar a chegar ao final do dia e fazer o relatório inteiro, quero continuar comentar os outros contigo, quero continuar a desabafar, a estudar, a almoçar, a lanchar, as chamadas de horas contigo, quero partilhar tudo o que a vida tem para nos oferecer contigo, porque és tu que me compreendes, porque eu,
amo-te princesa.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011


As pessoas tem atitudes infantis todos os dias, mas há uma grande diferença entre uma pessoa infantil e uma atitude infantil.
Eu conheço-te e sei que neste momento estas a sofrer mais do que qualquer pessoa e precisas de nós mais que nunca, mas não te esqueças que a culpada disto tudo fostes tu e mais ninguém.
Nós estamos aqui sempre que precisares.
Se queres que seja sincera sou contra a tua atitude, para mim estás a ser infantil, estás a mostrar que não tens maturidade suficiente para enfrentares isto de frente e de cabeça erguida, que estás a ser obrigada a seguir com a tua vida.
Só quero que saibas que eu continuo aqui, lá por ter acontecido aquilo que aconteceu, isso não tem que mexer com a nossa amizade, não tens que ser arrogante, nem fria comigo, porque eu sou uma das únicas que vai lá estar sempre, independentemente do dia, ou das horas, e acho que não me devias tratar como estás a tratar, porque podemos ter já passado por muitos maus momentos, mas acima de tudo somos amigas e já passamos também por muitas coisas boas.
Gosto muito de ti, apesar de tudo.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011



Há coisas que não se explicam por palavras, mas sim por acções.
Talvez goste tanto de ti porque te considerar o irmão que nunca tive.
Confio imenso em ti, sei que nunca me vais desiludir, não me vais virar as costas.
Obrigada por teres paciência para mim, por me ouvires e me ajudares.
Obrigada por tudo primo, gosto muito de ti.

domingo, 2 de outubro de 2011


Tou cansada de tudo, vivo no mundo que aparece que não me encaixo, quero fugir, quero acima de tudo obter respostas, respostas essas que só uma pessoa as me pode dar e que infelizmente nunca me vai dar.
Volta para mim, contigo tudo se tornava tão fácil, o meu mundo brilhava, mas agora que estás longe e tenho cada vez mais perguntas parece que tudo me acontece.
Magoam-me, desiludem-me, mentem-me, estou farta já não aguento mais nada.
São poucas as pessoas que estão do meu lado e me ajudam mas de quem eu preciso mesmo é de ti e tu decidis-te afastar, decidis-te não me dar mais esperanças, decidis-te que estava na altura de esclarecer tudo, mas esqueces-te que eu continuo aqui com dúvidas e muitas perguntas.
Quando penso que tenho forças para continuar a viagem dolorosa, chego a conclusão que tu és a minha força, chego a conclusão que preciso de ti mais do que nunca, do teu apoio, do teu ombro,
como antigamente o fizeste. I still love you.

terça-feira, 27 de setembro de 2011



A saudade, é um sentimento que permanece no meu coração.
Infelizmente ocupa a maior parte, pergunto-me porque é que não estas aqui, comigo a realizar o meu maior desejo.
Quando é que tudo vai voltar ao que era?
Sofri muito até para ser sincera, mas foi contigo que fui mais feliz, eram aqueles poucos momentos que realizavam a minha vida.
Não tenho medo de dizer que tenho saudades, que sinto a tua falta, que o amor que sentia por ti não passou e que não vai passar.
Não tenho medo de dizer que sonho contigo.
Sinto falta do teu perfume, de sentir o teu ar a passar-me pelas mãos, a falta do teu calor e da tua voz que nunca foi esquecida.
Sinto a tua falta, amor.



Por vezes sufoco, estou num sitio onde não sei o que dizer, o que fazer, nem o que procurar.
Quando preciso de ajuda, ela não aparece, quando quero-me ir embora, estou presa, quando quero respirar, sufocam-me.
É difícil viver na ignorância, mas é mais ainda não fazeres aquilo que queres, que mereces para o teu bem-estar.
É difícil não receberes um sorriso quando mais o queres, é difícil superar uma magoa, é difícil esqueceres o amor impossível.
Se queres que te diga é tudo muito difícil, e é tudo uma prova para tu superares para tu amadureceres, para aprenderes a viver com os erros, com as alegrias, as lágrimas e tudo mais.
Por vezes é preciso ter um refugio e esse para mim existe, mas quando mais o preciso, menos o posso ter.

domingo, 25 de setembro de 2011

Nunca deves depositar demasiada confiança em pessoas que conheces a pouco tempo, a sempre facetas que não conheces e quando menos esperas elas revelam-se, infelizmente a mim acontece-me muitas vezes me desiludirem mesmo conhecendo a muito tempo ou não, se me perguntarem porque não vos vou saber responder.
Mas cada vez é mais raro confiar nas pessoas, cada vez é mais raro olhar para uma pessoa e conseguir ver as coisas boas, estou-me a tornar numa coisa que nao quero.
A minha sorte é que ainda a pessoas em que eu possa confiar e essas são cada vez menos.
Quando pensas que podes confiar e vai correr tudo bem enganas-te e acontece exactamente o oposto.
Podem-me chamar o que quiserem, eu chamo auto-defesa.
Cada vez dou mais valor aqueles que me sao proximos, e cada vez preciso mais deles.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011




Discuto contigo, grito contigo, mando-te a merda, mas tu nunca desiste de mim, tu nunca entras na minha discussão, só dizes “está bem” passado um bocado vens falar comigo como se nada tivesses acontecido.
Já me conheces como as palmas da tua mão, já sabes que tenho pancas, que sou uma revoltada, mas vives muito bem com isso e tens imensa paciência para mim, e eu agradeço-te por isso porque se fosse outra pessoa a nossa amizade já tinha acabado e ainda bem que não, porque já não vejo a minha vida sem ti.
És mais que uma colega, és mais que uma amiga, és mais que uma melhor amiga, és mais que qualquer rapaz, és a minha irmã, a minha segurança, a pessoa que vou sempre confiar sem pensar duas vezes, a pessoa que com quem posso discutir e bater mas nunca me deixa.
És a pessoa que está sempre a par de tudo, que só de olhar para mim pergunta-me o que tenho, és aquela pessoa que eu não consigo esconder nada mesmo que tente, és a minha inseparável.
Amo-te sister, não desde sempre mas para sempre, acredita nisso.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011


Neste momento e tudo muito difícil e complicado de explicar.
Estives-te sempre ao meu lado e agradeço-te porque quando mais precisei foste a única que ficas-te e não me deixas-te sozinha, mas nestes últimos meses estives-te ausente, e acredita aconteceu muita coisa nesse tempo todo. Já não preciso que me acalmes como dantes e quando quero falar contigo sobre aquele assunto tu não queres e esse, esse é o pior erro, porque só vou conseguir ultrapassar tudo falando, desabafando não é guardar para mim para me relembrar de tudo.
Não sei se já reparas-te mas a nossa relação esta diferente e não é por acaso. Acredita não me quero afastar de ti, é tudo o que eu menos quero.
Quando eu digo acabar, quero dizer a nossa amizade de melhores amigas, porque tu vais ser sempre uma pessoa que eu sei que vou poder confiar, vou poder falar a vontade sobre tudo e eu sei que vais perceber a minha posição neste momento.
Só quero que saibas que sou capaz de fazer tudo por ti como antes, sou capaz de por as minhas mãos no fogo por ti que sei que não me vou queimar. Amo-te minha pequenina.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011


Surpreendeste-me desta vez pela positiva, aliás como a maior parte das vezes.
Ao ver o teu ar descontraído, e sorridente a cumprimentar-me, foi a melhor coisa que me podia ter acontecido naquele dia.
Sei que te lembras de toda a nossa história, te lembras de tudo o que te disse e de tudo o que fizes-te, mas esta atitude também só mostra que já conseguis-te ultrapassar tudo e seguir em frente coisa que eu ainda não consegui, mas mostra também que estas disposto apostar na nossa amizade de novo e isso deixa-me muito feliz, porque tu apesar de tudo o que se passou connosco és uma pessoa madura e que esta sempre lá quando alguém precisa és um excelente amigo.
Senti que te podia dizer tudo outra vez, que podia te mostrar como me tenho sentido nestes últimos meses.
Mas infelizmente não o vou fazer, não quero estragar a nossa amizade, não quero que tudo se volte a repetir, já aprendi tudo o que tinha para aprender, já cresci tudo o que tinha para crescer, agora é continuar a viagem. Gostei desta paragem, agora mais que nunca sei que a tenho de continuar.

domingo, 4 de setembro de 2011

                                          [nós amávamos-nos realmente] 

No fim de contas, fostes tu o maduro e eu a infantil.
Fostes tu que te sacrificas-te para eu ficar bem, fostes tu que sofres-te por negares aquilo que podias ter tão facilmente só para eu ser feliz e eu que continuo a sofrer pela a tua atitude, que sim sei que foi a mais acertada infelizmente, mas magoa tanto.
É a mim que caem constantemente lágrimas quentes, como o calor do deserto, num dia de frio, de cortar a pele.
É a mim que arde, que queima, que me deixa na exaustão, e a ti?
Como foi tão fácil passares por tudo isto, esqueceres tudo isto?
Quero parar de pensar em ti, no que pensas, no que vais fazer quando nós virmos, só quero parar de chorar por ti, de deitar lágrimas por ti.
Quero ser feliz, era perfeito se fosse ao teu lado, mas fostes embora sem me dar qualquer justificação e sem qualquer certeza que ias voltar. Decidis-te o assim só para não me veres sofrer, mas esqueces-te que eu ia perceber que gostavas de mim e que a tua máscara de matcho men para mim não ia pegar mas ao fim deste tempo todo calculo, que a minha felicidade não seja mais ao teu lado, como era naqueles tempos perfeitos.
És uma das melhores pessoas que eu conheci, acredita.
Até uma próxima, porque sei que este caminho difícil de te esquecer ainda vai demorar algum tempo, por isso não te vou dizer já adeus, mas sim até uma próxima paragem,  nesta viagem dolorosa.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011



Todas as noites tenho por habito ir-me deitar e ficar a pensar na minha vida, nas coisas que já fiz, e no que poderei a vir fazer.
Penso muito nas minhas amizades, nas pessoas que me magoam e que desiludem, e penso naqueles que eu me afastei e não queria, naquilo que fiz de errado, naquilo que me arrependo.
A nossa amizade, já foi muito grande no inicio, mas discutimos, por uma cena muito estúpida, mas felizmente voltamos a falar, e foi aí que tudo começou a ser perfeito, tornas-te tanto em tão pouco tempo, agradeço tudo o que fizeste por mim e por nós.
A tua amizade é fundamental, porque para ser sincera és das únicas em quem confio, porque sei que nunca me vais desiludir assim como outras o fizeram.
A nossa relação pode ter vários altos e baixos, podemos não ser as melhores amigas, mas eu sei que nunca me vais abandonar, nem eu a ti.
Ambas somos brutas, mas também sabemos ser queridas, eu entendo-te e tu a mim, a nossa amizade ainda tem muito que passar, nós ainda vamos ter muitos momentos juntas, muitas risadas, muitas lágrimas para secar, muitas montanhas para subir juntas de mãos dadas como antes deste afastamento o fazíamos.
Tu és uma pessoa com um feitio especial toda a gente sabe, mas gosto de ti assim, pode haver muitas atitudes que eu não concordo contigo e vice-versa, mas é para isso que a nossa relação existe para abrirmos os olhos uma da outra, para estar sempre presente no bem e no mal.
Porque uma amizade tão perfeita não pode ser deitada para o lixo, e nem esquecida, porque eu amo-te e não te quero perder, tudo o que eu te disse naquela noite é verdade.
Aquele momento significou muito para mim, e quero mais muito mais daqueles.
Amo-te <3

terça-feira, 30 de agosto de 2011


Como será que vai ser o nosso reencontro, como é que será que o meu corpo e a minha mente vão reagir quando te virem a sorrir?
O que será que tu vais fazer quando me vires? Vais simplesmente evitar-me e mudar de rota ou vais sorrir para mim como se nada tivesse passado?
Lamentavelmente o mais provável, é que quando olhares para mim, me vás evitar, o que vai fazer com que o meu ano lectivo comece logo muito mal.
Ao mesmo tempo que estou ansiosa, estou com medo desse tão esperado momento.
O que eu mais desejo que aconteça é olhar para ti, e não sentir nada, nada comparado ao que senti, mas conheço-me demasiado bem para por esperanças nesse desejo.
Muita coisa mudou, o amor que sentia por ti mudou, mas ainda cá está dentro e tenho medo que ele se venha a revelar novamente.
Sei que sou forte e vou conseguir ultrapassar isto tudo, sei que se quiser vou conseguir olhar para ti e não vou ter desejo de te ter, mas sim vou me lembrar da nossa linda história.

sábado, 27 de agosto de 2011

7- Carta para alguém de quem te afastaste:



Infelizmente acho que em afastei de quase toda a gente, uns porque estão de férias e lamentavelmente são uns dos que mais me fazem falta, outros porque eu própria o quis.

Quanto mais conheço, mais convivo, mais me vou desiludindo, magoa, magoa saber que as pessoas nos mentem, nos enganam, fazemos fazer figuras de parvos e dizem que são nossos amigos, é completamente ridículo, e já estou farta de sofrer por amigos, estou farta de fazer tudo por eles e não ter nada em troca.
Por isso decidi afastar das pessoas, afastar de quem não me merece, de quem me faz sofrer.
Quero uma vida nova, pessoas que sejam honestas comigo, pessoas diferentes na minha vida, caminhos novos, porque é mesmo isso que estou a precisar, de novas oportunidades, de novos romances, novas amizades, novas rotinas, ate mesmo de confusões preciso de mudar.
O pior de tudo é que por vezes acabo afastar pessoas que não quero e que não tem culpa de nada, mas tudo tem uma razão de acontecer, não é?
Basicamente a resposta a este texto é que me afastei de praticamente toda a gente, tendo saudades ou não, mas afastei.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

6- Carta para uma pessoa falecida com a qual gostavas de falar:


Se pudesse falar consigo, dizia-lhe tudo o que não tive oportunidade de lhe dizer.
Tenho muito orgulho em si, a coisa que mais quero é ser parecida consigo, nunca lhe dei o devido valor e peço-lhe desculpa por isso, desculpe parecer que estava aborrecida quando estava com a senhora, desculpe não quer ir ter consigo.
Arrependo-me, mas as pessoas nunca sabem o dia de amanhã e eu nunca imaginei que isto poderia acontecer.
Dizem maravilhas da senhora, eu lamento não a ter conhecido muito bem, mas admiro-a muito por tudo aquilo que me contam, e sei que vai estar olhar por mim, como por todos os outros.
Sofri, a sua partida foi muito dolorosa, mas nós todos cá em baixo, gostamos muito de si, espero que saiba disso.
Vai estar sempre no meu coração.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

5 - Carta para alguém com quem não falas tanto quanto gostarias


Tu, ya és mesmo tu. Sabes bem o quanto poderíamos ter uma amizade perfeita, com discussões é claro mas no fundo perfeita.
Sabes quando éramos nos a três, a riamos e a viver dia a dia sem pensar no amanhã, mas fostes tu quem mais se afastou.
Eu e a bolacha continuamos aqui a tua espera como sempre tivemos, mas tu mudas-te eu mudei ela mudou, e com tudo isto, ainda queres que volte tudo como era dantes?
Por mim seria possível, sabes bem mas por vocês, lamento mas acho que não é possível.
As coisas já não são o que eram e por mais que nos custe a todas temos que admitir.
Sabes o quando gosto de ti, o quanto és essencial, e sabes perfeitamente que não te quero perder. Mas infelizmente o tempo passa e a nossa ligação já não é tão forte como eu e tu gostaríamos que fosse.
Sinto a tua falta claro, mas o lugar que eu ocupava infelizmente já foi ocupado, lamento que isso tinha acontecido, mas não te critico e percebo perfeitamente, seguiste a tua vida como eu segui a minha, continuamos amigas e quando precisamos estamos lá as duas, embora já não seja a mesma coisa, nos vamos permanecer sempre juntas no fim de tudo. <3

domingo, 21 de agosto de 2011

4- Carta para um estranho:

                                            [Porque tu serias perfeito.]


Se te conhecesses dizer-te-ia o que mais me sufoca, o que mais me faz chorar a noite, o que mais me fez crescer, e sofrer, o que mais me fez aprender, e cometer erros.
Ouvir-te-ia sempre que precisasses, estaria do teu lado, íamos quebrar as nossas rotinas, ias-me ajudar a superar tudo o que ainda tenho para ultrapassar.
Ias-me ajudar nas mínimas coisas, e lembrar de coisas insignificantes que nos aconteceram.
Não me ia esquecer de ti, porque o estranho que tanto desejo conhecer, ia estar do meu lado, e ia ser uma pessoa perfeita para mim.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

3- Carta para os teus sonhos:



O meu sonho é ser feliz, não ter problemas com que me preocupar, viver tipo um filme, sim um filme porque sei que problemas todos nós vamos ter sempre, mas quero encontrar a pessoa certa, nada de mentiras nada de pessoas falsas, tudo isso me irrita.
Sou uma pessoa que pode cometer muitos erros, mas não sou falsa nem cínica e agradecia que não fizessem isso comigo.
Não peço nada de mais para o meu futuro o meu sonho não vai muito além do que toda a gente quer, peço o que todos nós pedimos, saúde, amor e paz.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

2- Carta para a tua paixão:



Não sei como sobrevivi a isto tudo, tenho de concordar contigo quando no inicio de tudo me dizes-te que era frágil, que não ia aguentar as coisas como tu querias, é verdade a nossa história magoou-me imenso, mas acredita que era a única história de amor que voltaria a repetir, nunca ninguém me fez sofrer tanto, mas também nunca ninguém me fez ter tanta confiança em mim, me ter feito crescer, me ter feito aprender a amar.
Sinceramente adoro ir me deitar e recordar de tudo o que já passei contigo, rir das figuras que fiz, de pensar que valeram e não valeram a pena, por um lado valeram porque não me arrependo de nada e sei lá gosto tanto de ti que as figuras é cagativo mas por outro lado não valeram de nada porque como sempre nunca fostes capaz de ter nada comigo.
Recordo-me de tudo como se fosse ontem, recordo-me dos meus nervos antes de ir ter contigo ate passava mal a serio não conseguia estar quieta e fica muito maldisposta e tal, mas quando chegava ou pé de ti tudo era tão perfeito, era suposto eu dizer as coisas que não gostava e tu de uma vez por todas dizeres-me a verdade, mas conseguias sempre me dar a volta e nem sei como.
Quando penso se gostas-te de mim realmente uma parte de mim diz que sim, não porque quer mas por algumas acções tuas, mas outra parte lembra-se de outras acções tuas que mostram exactamente o oposto disso, e isso deixa-me confusão, deixa-me no estado que sempre tive durante tudo isto.
A coisas que sentes e é para sempre, o amor que eu sinto por ti pode ir mudando ao longo da minha vida mas nunca vou deixar de te amor.

1-Carta para a melhor amiga:



Acho que ao mesmo tempo que somos muito diferentes, temos muitas parecenças também.
Ao olhar os outros nós não temos nada haver uma com a outra e a nossa amizade não faz qualquer sentido, mas para nós nem eu própria consigo explicar, é uma cumplicidade enorme, sabes tudo sobre mim, conheces-me como ninguém e vice-versa, não estamos sempre juntas como as outras mas mesmo assim nós conhecemos e temos memórias que muita gente não tem.
Nós as duas temos um objectivo em comum e o mais importante que é sermos felizes e sei que juntas ultrapassando todas as barreiras e obstáculos, vamos conseguir esse objectivo.
Tu és das pessoas que mais me posso orgulhar, é verdade admiro muito as minhas amigas, normalmente é porque tem uma personalidade forte ou porque passaram por coisas que eu não era capaz, mas sabes porque é que eu tenho orgulho em ti? Porque não desiste enquanto não consegues, porque exiges e impões limites a ti própria, porque estás sempre pronta para dar a mão a quem precisa.
És tudo para mim, a meu ver és perfeita e nunca ninguém me vai provar o contrário. És tu que me acalmas, és tu que me aturas, és tu que me perdoas quando descarrego em ti, és tu que mais me apoia quando preciso, és tu a minha melhor amiga e ponto final.
Desculpa por tudo o que já fiz de errado, obrigada por tudo mesmo e amo-te para sempre nunca me deixes. 
 

sexta-feira, 12 de agosto de 2011



A nossa relação não vai acabar assim tão cedo, o que já partilhamos umas com as outras foi muito para ser esquecido, os nossos momentos de gozo são muitos e muito cómicos tenho já a dizer-vos.
Podemos não ser as melhores amigas, mas isso não significa que não haja muita cumplicidade entre nós e muita confiança.
Nunca pensei que nos viéssemos a tornar tão amigas, vocês são duas pessoas essenciais na minha vida, e tenho saudades, saudades de estarmos as três juntas, das nossas conversas, dos nossos risos intermináveis.
Dos nossos almoços pirii(..) ahah, não vós quero perder, sei que este ano vai ser difícil, mas nós não nos vamos afastar, nunca me deixem.
Amo-vos minhas porquitas e obrigada por tudo mesmo @@@


O vento passa-te entre os dedos, a chuva escorre-te pelas mãos, o calor queima os teus braços, e os teus pensamentos controlam o teu corpo.
O mar é das coisas mais bonitas que pode existir no mundo, a terra a coisa mais produtiva, a lua a mais poderosa e nós, nós simplesmente temos defeitos, porque podes fazer imensas coisas para agradar os outros, mas isso nunca vai contar ao pé dos teus erros.
Quando te dizem que conseguem ver como estas só olhando-te nos olhos é verdade, os olhos são a coisa mais expressiva no teu corpo, mas as tuas mãos são a coisa mais incontrolável do teu corpo.
Costuma-se dizer que a perfeição é o sonho dos fracos e o tédio dos fortes, pois estou eu aqui admitir que sou fraca, sou frágil, não consigo passar nada sozinha, tenho vários medos, cometo imensos erros, conclusão estou aprender a sobreviver nesta vida cheia de obstáculos e desafios.
Não é fácil, não é nada fácil, fazermos as escolhas acertadas na altura certa, não é fácil descobrimos o nosso próprio caminho, como dizem o destino já esta destinado mas acredita tudo pode mudar, esta tudo nas tuas mãos, mas tem cuidado para não cometeres os piores erros da tua vida.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011


Tenho saudades tuas, tu lá longe sem qualquer algum contacto deixa-me maluca, aqui sozinha.
Tu fazes parte da minha vida, és parte de mim.
Quando estas longe, e preciso de ti tudo fica muito mais difícil, para eu suportar.
És aquela que me acalma, que me ouve, que me apoia e nunca me deixa.
Se soubesses a falta que me fazes, das nossas conversas, de te contar imensas coisas, de todos os dias ter uma novidade, das aulas, dos intervalos, dos telefonemas, dos risos, das lágrimas, das discussões, de tudo mesmo.
Há tanta coisa que precisas de saber, mas é impossível te contar, isso dá comigo em doida, preciso de ouvir a tua opinião, preciso de uma conversa de horas, preciso de voltar as nossas rotinas, sei que uma pessoa normal já se tinha fartado, mas eu contigo nunca me farto de nada.
E cá estou eu outra vez a pensar no medo que tenho de te perder, eu posso viver sem muita coisa, mas uma das coisas que não suportaria perder, és tu.
Sinto a tua falta melhor amiga, mais do que nunca, és daquelas que nunca me vai desiludir, és a melhor amiga perfeita, desculpa se ás vezes sou parva contigo e descarrego em ti, desculpa por tudo, amo-te e volta rápido por favor.


terça-feira, 9 de agosto de 2011


Às vezes gostava de ter mais respostas, de perceber mais os meus sentimentos, saber quando amo, quando tenho uma atracção ou uma simples paixoneta.
Já pude sentir o sabor do amor na minha boca, como também já pude sentir o de atracção física mas só no fim me aperceber que se tratava disso de uma simples atracção física.
Mas também já senti uma coisa que não tenho nome nem consigo descobri, que não é amor, pois nunca o amei, mas também não é atracção física, mas quero estar com ele, quero vê-lo de novo, fico mal quando penso que posso não volta-lo a ver.
Mas acho que prefiro assim, sem nomes, sem coisas específicas, simplesmente aproveitar o sentimento e os momentos. 

segunda-feira, 8 de agosto de 2011



  Se disse-se que me sentia mal ia mentir, pois já não é a primeira vez que faço uma coisa parecida, mas penso que se fosse comigo ia odiar e ia-me sentir muito mal.
Mas também há várias maneiras de ver as histórias e se as pessoas vissem o meu não iam me culpar de nada, mesmo eu sabendo de toda a verdade.
Provavelmente muita gente me pode criticar, mas todos nós somos humanos e todos nós cometemos erros, por vezes só penso nas coisas no momento e o que me parece mais acertado, digamos que não achei que errei, acho que no fim de tudo não fiz nada de mal, mas sei que muita gente não o vê isso assim.
Penso que não o fiz, porque sei de tudo, enquanto outras pessoas não o sabem e
  nunca vou saber, vão sempre fazer figuras de parvas.
Voltaria a repeti-los as vezes que fossem necessárias, sabendo que estaria a errar com alguém. Todos nós errámos e sabemos que estamos a errar na maioria das vezes, mas não é por isso que deixamos de parte este indicio de adrenalina que percorre o nosso corpo. Deixamo-nos estar, estando incorrecto (ou não).
  Voltaria a errar as vezes que fossem necessárias, até aprender (ou não), até me fartar (ou não), até ser encontrada por alguém.
  Voltaria a repetir as mesmas palavras e as mesmas acções e voltaria a dizer, que uns sabem, outros não e outros ficaram a fazer figuras de parvos.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011


Toda a gente comete erros, todos nos temos as nossas paranóias, todos nós temos pontos fracos, e fortes, todos nos precisamos de alguém sempre ao nosso lado.
Por mais erros que uma pessoa comete, nunca a deves julgar, mas sim ouvir, compreender e perdoar, mas ninguém te pede para esqueceres, porque há coisas que não se esquecem.
Nós simples seres humanos, não somos perfeitos e estamos longe de o ser, é por isso que nunca se deve julgar alguém, pois não sabemos o dia de amanhã, e ao fazer isso estaremos a errar mais uma vez e arrepender-mos logo a seguir.
Temos de saber pensar em nós e nos outros, temos de saber ajudar uma pessoa quando é mais preciso, saber agradecer, saber ser humilde, ser uma pessoa correcto para com as outras.
Quando um amigo teu esta mal e precisa de ti a primeira coisa que deves fazer é ajuda-lo, ouvi-lo e aconselha-lo, não vires as costas a ninguém, por mais erros que as pessoas cometam são humanos como tu e tem sentimentos tal como tu tens.
Não sejas egoísta, não penses só em ti.

terça-feira, 2 de agosto de 2011


Criticar, julgar, odiar, invejar, são todos sentimentos muito feios, e que maior parte das pessoas o tem agora, é raro encontrar alguém verdadeiro, e que mereça a nossa confiança.
De que te vale teres muitos amigos, mas se na altura que precisares eles não estão lá, ou ate pior dão-te uma facada pelas costas.
Cada vez mais vejo, que não posso confiar em toda a gente, e que não posso dizer a todos o que realmente acho, cada vez vejo que só a pessoa mentirosas, falsas e sinicas.
Aprendi muito com o tempo, e aprendi que podes não ter todos como teus amigos, e muita gente pode falar mal de ti por isto e aquilo, mas também sei que as pessoas mais importantes para ti e que gostam realmente de ti, vão acreditar em ti e vão estar sempre do teu lado.
E as pessoas que não te conhecem, e te criticam antes de conhecerem só porque os outros dizem, não sabem o que perdem em não te conhecer, só tens que cagar e seguir em frente e não teres vergonha como seres.
Nunca deves ser escrava de ninguém só para toda a gente gostar de ti ou alguma coisa, se tu própria, quem não gostar, não te merece.
Antes de se confiar e gostar dos outros, devemos sempre confiar e gostar de nos próprios.

sábado, 30 de julho de 2011

I never told you



I miss those blue eyes
How you kiss me at night
I miss the way we sleep

Like there's no sunrise

Like the taste of your smile
I miss the way we breathe


But I never told you
What I should have said
No, I never told you
I just held it in


And now,
I miss everything about you
I can't believe that I still want you
And after all the things we've been through
I miss everything about you
Without you


I see your blue eyes
Everytime I close mine
You make it hard to see
Where I belong to
When I'm not around you
It's like I'm alone with me


But I never told you
What I should have said
No, I never told you
I just held it in


And now,
I miss everything about you (still you're gone)
I can't believe that I still want you (and loving you, I never should've walked away)
And after all the things we've been through (I know I never gonna go away)
I miss everything about you
Without you


But I never told you
What I should have said
No, I never told you
I just held it in


And now,
I miss everything about you (still you're gone)
I can't believe that I still want you (and loving you, I never should've walked away)
And after all the things we've been through (I know I never gonna go away)
I miss everything about you
Without you

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Lembro-me quando estava meses sem falar contigo e depois de repente toda a nossa história voltava, a nossa história e o meu sofrimento.
Sofri mas não me arrependo de nada pois sofri mas vivi muitas alegrias e quero te dizer uma coisa és o meu príncipe e sempre o serás, amo-te, porque quem ama ou ama para sempre ou nunca amou.

As pessoas afeiçoam-se demasiado umas as outras por isso é que sofrem tanto.
Pensarmos que um simples colega é nosso amigo e no entanto ele não te liga nenhuma e vê-te mesmo só como uma simples colega que conheceu por a caso, pensares que uma simples amiga pode-se tornar a tua melhor amiga mas no entanto não, porque ela só te vê mesmo como uma simples amiga és simpática e divertida mas mais do que isso não, tens um namorado e pensas que é para sempre mas enganas-te pois ele só te quer comer, só quer uma coisa passageira contigo.
São por estas e muito mais razões que as pessoas sofrem, queres um conselho?
Não te afeiçoes de mais a várias pessoas, não te tornes logo amigo de uma pessoa que ainda não te mostrou que pode ter a tua confiança, óbvio que podes confiar nas pessoas, mas se confianças demasiado sem teres razões por isso podes acabar por te magoar a sério.
As vezes sentes que precisas de novos ares, precisas de conhecer gente nova, sabes porque?
Porque estas muito ligado aos teus amigos actuais e eles as vezes não querem saber de ti, ou afeiçoas-te demasiado a pessoas que não devias, simplesmente podes também estar farta dos mesmo problemas, das mesmas conversas e isso porque? Porque precisas de conhecer gente nova.
Não te preocupes em sentir isso é completamente normal muita gente o sente.

terça-feira, 26 de julho de 2011


Tenho saudades, as vezes não sei se tu já passas-te a historia ou se continuas aqui mais vivo no meu coração do que nunca. Quero acreditar que já te esqueci porque no fundo é isso que sinto, mas não vou mentir também sinto que preciso de ti e muito, preciso de uma simples palavra, de um simples olhar ou de um simples abraço.
Choro quando penso em ti, choro quando me lembro que já não há nada, que já acabou tudo e que não há volta, choro nos momentos em que me fazes mais falta.
As vezes penso que vamos voltar a falar e que ai vou conseguir finalmente ter alguma coisa séria contigo, mas logo a seguir volto ao mundo real e não afinal não, nunca vai haver nada entre nós, o que passou fica no passado e pronto.
Durante horas penso em ti e em tudo que nós passamos.
Tento ser forte, tento não mostrar a ninguém o quanto eras e és importante para mim, tento dizer que esta tudo bem, que já te esqueci a séculos, mas eu estou a mentir-me a mim própria, e só uma pessoa que passa pelo o que estou a passar é que sabe o sofrimento que tenho.
  Custa-me tanto falar disto, volta tudo, as alegrias, mas também o sofrimento e esse é muito.

sábado, 16 de julho de 2011


Tal como para ti a nossa cena já acabou para mim também, já aconteceu tudo o que tinha para acontecer entre nós, já sofri o que tinha a sofrer, já fui feliz o que tinha de ser.
Lamento muita coisa acredita, porque agora posso-te dizer com todas as certas que já te esqueci e a única coisa que sobra, são memórias de tudo o que nós tivemos, memórias essas que nunca me vou esquecer e sei que quando tu daqui uns meses olhares para mim vais te lembrar de tudo o que se passou entre nós tal como eu, e vamos sorrir um para o outro.
Porque nessa altura já vamos poder ser grandes amigos, porque no fim de tudo eu conheço-te e sei que és um grande amigo quando queres.
A verdade é que tenho saudades tuas, saudades de tudo, do teu feitio estúpido, do teu sorriso, do teu cabelo, de tudo mesmo, foste uma pessoa muito importante para mim e digo-te que nunca te irei esquecer, porque fostes tudo para mim naquela altura.
Se tivéssemos bem estava completamente feliz e ninguém estragava o meu dia, mas se alguma coisa corre-se mal entre nós não podia estar com ninguém, porque falava mal a toda a gente.
Se me perguntarem se ainda te amo eu vou dizer que sim sem medos e sem receios, porque eu nunca vou te deixar de amar.
É verdade nunca porque o que senti por ti não vai passar assim de um dia para o outro, na verdade acho que nunca vai passar, mas não me importo com isso, pois o sentimento que tenho por ti é muito bom, lembra-me uma história bonita, e uma história que nunca mais vou viver outra vez. Uma história para ficar na minha memória para sempre.
Obrigada por tudo, fizeste me crescer, aprendi muito contigo e isso eu nunca vou esquecer.
Mas finalmente posso dizer que já não sofro mais por ti, já não penso constantemente em ti, e isso é muito bom para mim.